03 maio 2017

Sachê Perfumado Para Colocar Em Casa

Receita do sachê perfumado

Ingredientes:

100 g de sagu
4 ml de essência para sabonete no aroma que preferir
1 ml de fixador, que pode ser encontrado em casas que vendem essências
4 ml de álcool de cereal
1 pedaço de fita de cetim da cor que preferir
1 pedaço de tule de 17 x 22 cm ou como preferir
Tecido de algodão 15 x 20 cm ou segundo o tamanho escolhido para o tule

Modo de preparo:

Pegue um pote e coloque o sagu, a essência, o álcool e o fixador. Tampe bem para não vazar e chacoalhe para que os ingredientes fiquem bem misturados. Mantenha tampado e deixe em local arejado por cerca de dois dias, de forma que o fixador faça com que o sagu adquira bem o cheiro escolhido.
Quando secar, pegue o sagu com o aroma e leve para o local em que fará a montagem. Pegue o tecido em algodão e estique em uma mesa. Coloque por cima o tule e, no meio, coloque a quantidade desejada de sagu. Junte as pontas do tecido para formar uma trouxa e então amarre com a fita.

 Como escolher a essência?

Se você está em dúvida sobre escolher a essência que será utilizada, confira as nossas dicas:
Gavetas e armários de cozinhas: alguns condimentos e ervas que são usados na culinária podem ser escolhidos para essa região, como a erva-doce, a canela em rama, o cravo-da-Índia e as folhas de louro, por exemplo.
Roupas masculinas: cheiros amadeirados como cedro são os mais escolhidos para este fim.
Roupas de bebê ou femininas: normalmente usa-se a lavanda que, além de ter um perfume bastante delicado, é repelente de insetos, como traças de roupas, por exemplo, atuando também como fungicida e bactericida.
Banheiros: para os banheiros, você pode escolher a lavanda também, que é um dos aromas favoritos, assim como o eucalipto.
Roupas de cama, mesa e banho: nas gavetas que são guardadas as roupas de cama, mesa e banho, por sua vez, combinam aromas como lavanda, vetiver, gerânio, capim-limão, bergamota, flores de laranjeira, entre outros.
Livros: onde os livros ficam guardados, as opções sugeridas são o louro, já que ele ajuda a afastar as traças. Nesse local podem ser colocadas as folhas, sem necessidade de sachê.
fonte:http://baudasdicas.com/

Como Usar a Tinta PVA para Artesanato


Para que Serve Tinta PVA no Artesanato
A tinta PVA serve tanto como base para a pintura, usando a tinta branca ou outra cor bem clarinha, como tinta principal na pintura do seu artesanato. A tinta PVA serve até como tinta para pintar móveis.

Uma dica de outro para esta época de crise econômica é comprar um galão grande de tinta PVA branca e misturar algumas porções com corante xadrez, para criar os tons que você quiser.


Como Usar a Tinta PVA para Artesanato

Há várias maneiras de como usar a tinta PVA para artesanato, e uma delas é como primer, como um “preparativo” para a outra tinta que vai utilizar em seu artesanato. Em artesanatos com MDF a tinta PVA branca é aplicada como base para a pintura da peça.

Se você estiver trabalhando com MDF e, fazendo a pintura base da peça com tinta PVA, a cada camada de tinta lixe a peça de MDF com uma lixa bem fininha, assim que a tinta PVA secar, para que a superfície fique bem uniforme.

Para a pintura ficar ainda mais uniforme, o ideal é aplicar a tinta PVA já com um rolo de espuma para pintura ou aplicar a tinta primeiro com um pincel e passar o rolinho por cima, para tirar as marcas das cerdas do pincel.



Como Diluir Tinta PVA para Artesanato

É muito fácil diluir tinta PVA para usar em seu artesanato. Você deve diluir a tinta PVA em água, porque esta tinta é à base de água. Nunca dilua a tinta PVA com outras substâncias, pois o efeito desejado pode não ser conseguido ao final do seu trabalho.

Assista ao vídeo do canal Artesanato por Iára Capraro e veja como fazer pintura em cerâmica com tinta PVA. Confira os outros vídeos bem interessantes do canal Artesanato por Iára Capraro.

fonte:https://www.grzero.com.br/como-usar-tinta-pva-para-artesanato/


















Tapete de pompom



A execução não é difícil, mas exige paciência e um bom espaço de tempo livre da pessoa que se propuser a fazer. Tempo esse que será recompensado, pois o resultado final dessa dedicação é completamente satisfatório. Além disso, todos os materiais necessários são encontrados facilmente em lojas de variedades e não vão pesar muito no bolso. 

  • Tesoura;
  • Lãs nas cores desejadas;
  • Rolinhos de papel higiênico;
  • Tapete antiderrapante para banheiro (com furinhos)

  1. Coloque os dois rolinhos de papel entre os seus dedos e comece a enrolar a lã nos rolinhos. Dê, mais ou menos, 100 voltas;
  2. Depois, puxe um fio de lã entre os dois rolos e dê um nó, para que o pompom não desamarre;
  3. Tire os rolos;
  4. Para garantir que o pompom está firme mesmo, peque mais um pedaço de lã e amarre por cima do mesmo local onde você deu o nó;
  5. Você verá que, apesar de preso, o pompom ainda não está com a forma que você deseja, por isso, dobre-o no meio, segure sua base e vá cortando as arestas do pompom;
  6. Corte até onde achar necessário, para que ele fique redondinho e uniforme;
  7. Para finalizar, use aquele restinho de lã que ficou solto depois do nó para amarrar cada pompom nos buraquinhos do tapete. Prenda os pompons bem perto uns dos outros, para não ficar um buraco no seu tapete.


Variações

É possível fazer os pompons com diversos tipos de lã, desde aquela mais fininha e barata, até aquela um pouco mais grossa e que possui um valor maior. Você também pode intercalar as cores na hora de enrolar o seu pompom e criar um efeito degradê. Tente também fazer pompons de cores que contrastam e colocá-los no mesmo tapete. Enfim, há uma infinidade de cores, combinações e tamanhos que você pode usar, o importante é colocar a criatividade na hora de fazer o seu tapete de pompom para trabalhar e produzir uma peça com a “sua cara”.

fonte:https://www.grzero.com.br/material-para-fazer-tapete-de-pompom/

24 outubro 2016

Modelos de guirlandas de porta

Você pode adicionar elementos decorativos ao seu gosto, luzes, fitas, flores, esferas.




fonte:http://www.daledetalles.com/navidad/decora-la-puerta-de-tu-casa-con-guirnalda-de-malla